Recent Posts

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Disease



Eu odeio ficar doende. E passar três horas esperando aendimento não melhora meu humor. E tirar sangue também não. E esperar mais também não.

Nçao melhor meu humor ter meu namorado me obrigando a comer brócolis, couve-flor e vitamina, dizendo que eu preciso me alimentar. Eu sei que preciso. Mas, Cristo, eu odeio aquilo.

To tomando mais remédio que paciente terminal, tá frio mas não posso usar cobertor que a febre volta, e tomei dois banhos gelados no mesmo dia.

Faltei trabalho, e nem isso valeu a pena.

E eu continuo morrendo de frio.

sábado, 7 de agosto de 2010

Ele já sabia.




E nossa história não estará
pelo avesso assim
sem final feliz.
Teremos coisas coisas bonitas
pra contar.
E até lá
vamos viver
Temos muito ainda
por fazer
Não olhe pra trás
Apenas começamos
O mundo começa agora
Apenas começamos.


E hoje em dia, como é que se diz eu te amo?

quinta-feira, 5 de agosto de 2010




I just know your life's gonna change,
Gonna get a little better,
Moving on the darkest day,
I just know your life's gonna change,
Gonna get a little further,
I can see the feelings changed,

terça-feira, 3 de agosto de 2010

No, Woman no Cry




I don’t like crying. My head hurts and I cant breathe. I don’t like it at all. But, once in a while, I do. I cry. Like a baby. I cry so much that my head hurts and I can’t breathe. I cry for everything that went wrong. And for everything that comes right. I cry for me. I cry for somebody else. I cry for the ones I love. I cry even for those who do not like me. I cry, I don’t even know why. And, when I stop, I feel so bad that looks like I’m sick. I can’t breathe and my head hurts. And it’s wonderful. I feel cleaned up. I feel pure. I feel happy. Because I cry so much that I don’t have anything left to cry for. I have no worries, and no regrets. I just have love and hope inside me. I feel free.