Recent Posts

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Metade metade




É estranho quando existe alguem tão parecida com você, que é ela que você espera ver quando olha no espelho. Alguem com a mesma voz. Mesmos gestos. Mesmas ideias. As mesmas singularidades.

Uma pessoa que fala o mesmo que você, do mesmo jeito. Que concorda em tudo.

O mais incrivel, é que mais ninguem nota. Como dizem que somos diferentes, dististas, mas é mentira. Eu sou ela.

E as vezes, só as vezes, eu tenh plena consciencia de que ela é minha. Como uma epifania repetitiva. Minha, e de mais ninguem.

Por que ela sou eu.

0 comentários:

Postar um comentário