Recent Posts

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Bee, thoven

Não está sendo uma boa semana.



Ever mine




Quase ninguem me conhece. Não podem dizer como eu sou. O que eu sinto, o que eu quero, tudo isso eu guardo pra mim. Não é da conta de ninguem. Não me conhecem o bastante pra dizer quem sou eu, ainda mais pra dizer que eu sou ingrata. Não sou. Tenho muitas caracteristicas desprezíveis, mas essa não é uma delas. Eu sou uma boa amiga, boa namorada e boa filha. Ninguem pode me cobrar mais nada que isso.



Ever thine




Ela é minha metade. O que dói nela, dói mais em mim. E dói não poder fazer nada. Dói saber que quando alguém diz alguma coisa, eu não posso ir lá socar a cara do filho da puta. Dizem pra ela "Você é gorda", como se isso a fizesse feia. Não faz. Não existe mulher no mundo mais bonita. Nem mais talentosa. Ela é preciosa. Eu queria que mais gente notasse.



Ever ours




Ele é minha vida. Só de pensar que eu posso mais não te-lo, me dá vontade de chorar que nem criança. Um filho exemplar, que ficou do lado do pai quando todo mundo tinha lhe dado as costas. Ele não merece desconfiança. Ele não errou. Um pai não deveria mudar com o filho. É filho dele, sempre vai ser. Você não desconta seus problemas em seus filhos. Você não os culpa pelo que dá errado. Você os ama, e só.



Beethoven Love Letter




Eles são eu. São minha família. E eu queria que parassem de tentar nos machucar, por não vão conseguir.


terça-feira, 8 de junho de 2010




Eu nasci com sorte. Eu tenho uma boa vida.

Nunca passei fome, e nunca tive um fardo maior do que eu posso carregar.

Eu sou bonita. Não tenho nenhuma deformidade, nem doença.

Minha mãe me ama.

Eu achei o amor da minha vida, e também minha alma gêmea.

Nunca precisei que ninguém gostasse de mim, por que eu mesma já gosto.

Eu tenho um bom emprego, e quase nenhum problema.

Eu nasci forte, e me curo sozinha.

Meu pai nunca foi um pai, mas eu nunca precisei dele.

Eu sei me cuidar.

Tenho uma promessa de vida a dois que eu tenho certeza, vai funcionar.

Eu não sou rica, nem famosa, nem deslumbrante.

Mas eu sou feliz sim.

Eu tenho sorte.

E minha vida é muito boa.

Quantas pessoas podem dizer o mesmo?

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Metade metade




É estranho quando existe alguem tão parecida com você, que é ela que você espera ver quando olha no espelho. Alguem com a mesma voz. Mesmos gestos. Mesmas ideias. As mesmas singularidades.

Uma pessoa que fala o mesmo que você, do mesmo jeito. Que concorda em tudo.

O mais incrivel, é que mais ninguem nota. Como dizem que somos diferentes, dististas, mas é mentira. Eu sou ela.

E as vezes, só as vezes, eu tenh plena consciencia de que ela é minha. Como uma epifania repetitiva. Minha, e de mais ninguem.

Por que ela sou eu.