Recent Posts

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Privacidade



Cristo, como eu odeio essa invasão. Essa falta de conforto, e exclusividade. Eu odeio pessoas mechendo nas minhas coisas, tocando com suas mãe sujas. Pessoas andando no meu caminho, interrompendo minhas ações. Ocupando espaço só de estar lá, sabe? Só por existir no mesmo espaço que eu.

Pessoas olhando pra tela do computador, me vendo dormir. Entrando num quarto que nem sequer meu é. Interrompendo intimidades. Pessoas fazendo barulho, comendo, roubando meus chocolates. Pessoas sujando minha louça, desarrumando minha cama. Usando minhas toalhas.

Pessoas sentadas no meu sofá. Pessoas conversando na cozinha. Pessoas que entram sem comprimentar. Visitas.

Pessoas passando na frente da tv, pessoas segurando o controle remoto.

Muitas revoltas hoje. Não é um bom dia.

hm.



Merda. Eu odeio me sentir sozinha.

Carnaval de merda



Eu odeio quando as pessoas se divertem mais do que eu. Eu posso até ser horrivel e egoista por isso (esquece, eu sei que eu sou), mas é a verdade. Eu não gosto quando se divertem sem mim, e quando não me levam em consideração. Falei, pronto, me crucifiquem.

Eu não tenho medo de dizer que eu não sou uma pessoal legal. Não sou. Sou egoista, individualista, e possesiva. E nada disso combina com abandono.

Não que meu carnaval tenha sido um total desperdício. Não, tive ótima compania. Só que um namorado com tres costelas quebradas que simplesmente não obedece a ordem de repouso não se dá muito bom com folia.

Então, não. Não venham me dizer que seu canaval foi bom, não estou interessada. É o segundo ano que tentam fuder comigo, e agora encheu o saco. Ou eu me divirto ou ninguém se diverte. Desabafo de baladeira revoltada. Liguem não, daqui a pouco isso passa, e eu esqueço.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Liberdade



A muito tempo não tenho.