Recent Posts

sábado, 29 de novembro de 2008

Passado

Eu tenho tido umas sensações estranhas. Como sentir o cheiro, e se lembrar de uma série de coisas. Isso aconteceu esses dias. Minha mãe apareceu com um creme que tinha cheiro de bala, aquela com embalagem de morango. E eu lembrei que eu costumava ganhar disso na escola. Nessas horas eu penso, cara, como eu esqueci isso?

Uma música ou comida, até mesmo uma lugar. Não são lembranças, é mais uma sensação. É como eu me senti no hora, sem me lembrar que hora foi essa.

O cheiro de café, o sol na cozinha, janelas brancas, presentes de Natal. Vem como flashes na minha mente, que somem antes que eu possa descobrir do onde vieram. Sinto-as, e dói. São coisas importantes, que eu simplesmente esqueci.

Gosto de lembranças. Sou mais apagada ao passado do que seria recomendável. Gosto da melancolia, de recordar. Normal que me sinta como uma herege pelas coisas que esqueço. É como se ao esquece-las, elas desaparesecem. Como se os momentos sumisem. Como se não tivessem significado nada do que eu sei que signficaram.

Eu sou feita de momentos. O momento em que percebi que era capacho, e o momento que cansei de ser. O momento que notei quem era importante, e que notei que eu não era. Os momentos que as pessoas mudaram na minha vida, e os momentos que nudei nas delas. Não posso esquecer. Devo me manter grata por todos os momentos, sempre. Até por aqueles que eu rezo pra esquecer. São esses momentos, essas sensações, que me fazem quem sou. Me fazem mais eu.

Por sorte eu tenho essas sensações. De quando parece que tudo volta, como uma avalanche. Eu me lembro de todos os momentos que vivi. Das coisas maravilhosas que pasei, mesmo que eu não me lembre delas.


.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Ela. De novo




Pra você, eu vou estar sempre aqui. Pra você, que vai estar sempre aí. Pelo menos pra mim.




"É tão difícil falar e dizer coisas que não podem ser ditas. É tão silencioso. Como traduzir o silêncio do encontro real entre nós dois? Dificílimo contar. Olhei pra você fixamente por instantes. Tais momentos são meu segredo. Houve o que se chama de comunhão perfeita. Eu chamo isto de estado agudo de felicidade."




De novo, bee.




.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

[/Vergonha]

Eu ia postar algo sobre como é dificil manter um blog legal com esses templates lixo. E sobre a dificuldade de achar templates pro blogspot.


Ai eu achei esse site.






Achei melhor ficar quieta. ^^



.

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Com ódio do Windows





Quem eles pensam que são pra se meter no MEU computador? Idaí que meu Windows é falso? Você acha que eu não sei? É CLARO que eu sei! E tô cagando pra isso... ¬¬

Mas nããããõ! Tinham qu se meter. E me proíbiram de usar wallpaper! Olha que absurdo!

Me diz, de quê vai adiantar? Eu vou comprar o orgiginal? É claro que não! Este bagulho custa 528, 64 reais!!!! lol Não pagaria nem se tivesse, titia. Vou comprar um pc novo? Pra quê? Pra vir com o Vista e eu ter que formatar? Tenha piedade...

Vou ficar com o meu mesmo, falso ou não... Com wallpaper ou não.... (T.T) Por que afinal, tá funcionando muito bem, tirando a encheção de saco.


.

domingo, 9 de novembro de 2008

Lealdade

Palavra intrigante e com muitas definições, dependendo de que lado da briga você está. Se você é uma mulher traída, lealdade é saber pela boca do seu marido que ele está te traindo. Se você é o marido, é nunca conta pra sua mulher e vê-la sofrer.

Pra mim lealdade é escolher um lado. Você pode entender os dois, mas somente defender um. É nunca brigar por homem. É se abdicar de algumas coisas pelo outro. É acobertá-lo quando preciso, mas também é dedurá-lo quando necessário. Depende também qual é o foco da sua lealdade. Se você dá prioridade aos seus amigos ou a sua familia. Se você quer mesmo perder uma amizade por aquilo que deseja.

É saber pesar as consequencias.

Eu viro as costas pra quem for, se for pra manter minha lealdade. O problema é quando uma lealdade confronta a outra. Você tem que decidir o que é mais importante. E só ha um modo de saber: seja quem for, se te faz escolher, não merece tua lealdade.

Não adianta ser leal a quem não é leal de volta. É um sentimento recíproco, e se não for, o resultado é trágico.

As vezes lealdade é até mesmo estar do lado errado. Claro, tentando sempre fazer esse lado entender o seu erro, mas estando lá, com certeza. É acreditar no que lhe diz, mesmo se todos disserem que ele mente. É nunca tirar conclusões precipitadas. É a confiança em sua própria lealdade.

E é, por ultimo, manter-se leal, haja o que houver. É não mentir, nem enganar. É ser sincero, mesmo quando o erro é seu. Por que se essa lealdade for realmente verdadeira, você será perdoado pelo seu erro, graças a sua sinceridade. Será esquecido que um dia errou. Se for verdadeiro, não haverá rancor. Ser for verdadeiro, se for devolvida com a mesma intensidade, então você terá mais que um amigo, um verdadeiro irmão.



.