Recent Posts

domingo, 28 de setembro de 2008

Minha mulher de libra

Perfeita. Sempre foi. Também, libriana. Que mais se podia esperar? Mas o que me deixa feliz é que ela é minha. O que é muita coisa, já que librianas não são de ninguém. Mas ela sim, é totalmente minha, mesmo que não saiba. Minha pra cuidar e proteger. Minha, sim, pro uso que eu quiser. Por que só eu a vejo, só eu a escuto, e somente eu a entendo. E olha que eu sou capricórniana, não devia me importar com ninguém. Mas ela importa. Seria uma ofensa tê-la e não se importar.

A única libriana da minha vida. E a única sempre será. Me considero com sorte por ter conseguido uma tão cedo. Todos deviam tentar, é revigorante.

Ela me liberta e me faz sorrir. Passa por mim como o vento, não se pode segurá-la. Ela age como quer, quando quer. Ela está sempre linda, esnobando você. Ela esconde sua dor por baixo do orgulho. Ela nunca parecerá triste, ou precisando de ajuda. Ela controla você. Mas não a mim. Por que eu sou de capricórnio. O que eu quero, eu consigo. Eu a quis, e eu consegui. Os signos provavelmente não combinam, eu não sei. Nunca entendi o horóscopo. Acho que vou me dar um subtítulo: Morgana, caçadora de librianas. Mas isso não importa, estou divagando.

O centro do assunto é ela, sempre será. A causadora de ciúmes e inveja. A diva que te põe no chinelo. Ela é um furacão, ela faz tudo que você não consegue. E eu vou me vangloriar pro resto da vida por tê-la, e por saber, ela nunca será de mais ninguém. Eu verei a todos que acham que a conhecem, eles pensam que importam, mas estão errados. Eu sou a mais distante, e a mais presente. Quando você achar que a tem, pense de novo. Ela já tem dona. Estarei aqui sempre, onde você não consegue me percerber. Onde ela sempre pode me achar. E quando estiver no auge de sua audácia de pensar que a tem, ela virá a mim. Sua mulher de capricórnio. Por que eu, que não deveria pertencer a ninguém, sou toda dela.

1 comentários:

Jade Cristina disse...

A coisa mais linda.

Postar um comentário