Recent Posts

domingo, 7 de setembro de 2008

Eu vou me mudar.

Acho que por isso notei o quanto gosto daqui. Da luz, do vento, do jeito da chuva, da minha vista da janela. Do cheiro das cortinas e da textura das paredes. Do vidro quebrado e do reboco que cai. Gosto até mesmo da poeira e do jeito que escurece. Das paredes frias e cômodos mofados, do piso sujo e das cadeiras pesadas demais.

Gosto como as coisas se amontoam mesmo quando as jogamos fora. Da sensação de se deixar estar no sofá enquanto anoitece. E também gosto do céu.

Muito de lavar a cozinha e arrastar os móveis, mais ainda das molas do sofá. Do banheiro onde as toalhas não secam e da área cujo piso não clareia.do pântano que é meu quintal e quando chove mais dentro do que fora. Da minha garagem e da minha varanda. Do quarto que não é meu e dos livros que roubei. Da decoração desparelhada e desse tom horrível de salmão.

De estar sozinha ou com minha mãe. De ouvir música no chão e filme embaixo do cobertor. Das brigas e dos abraços. E principalmente das lembranças, até as que não tenho.

Essa vai ser sempre a minha casa.

0 comentários:

Postar um comentário